Nesse Mundo você verá refletido a paixão e o horror de seus senhores secretos, e a esperança da redenção que mantém a maioria dos habitantes deste lugar amaldiçoado vivendo ou não.
 
PortalPortal  InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Palavras Comuns

Ir em baixo 
AutorMensagem
@Sarah Saydown
Assamita
Assamita
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 15/01/2011
Idade : 26
Localização : Casa do seu Senhor

Ficha do personagem
Pontos de vida:
30000/30000  (30000/30000)

MensagemAssunto: Palavras Comuns   Ter Fev 08, 2011 7:15 am

Abraço: O ato de transformar um mortal em um vampiro. O
Abraço requer que o vampiro drene todo o sangue da vítima e
então substitua aquele sangue por um pouco de seu próprio
sangue.

Anarquia: Um Membro rebelde que se opõe à tirania dos anciões.
Os anarquistas desejam redistribuir todos os bens e os
recursos da cidade igualmente entre os vampiros do local. Na-
turalmente, os anciões se opõem a isso, já que cultivaram sua
influência por séculos.


Ancião: Um vampiro com 300 anos de idade ou mais. São os mais
ativos participantes na Jyhad.

Beijo: Sugar o sangue, especialmente de um mortal. O Beijo causa
um grande êxtase em quem o recebe.

Besta, A: Os impulsos e instintos internos que ameaçam transfor-
mar o vampiro num monstro violento e descontrolado.

Caitiff: Um vampiro de um clã desconhecido, ou de nenhum. Ge-
ralmente são de gerações altas, nas quais o sangue de Caim está
diluído demais para transmitir qualquer característica consis-
tente.

Camarilla, A: Uma seita de vampiros devotada a manter as Tradi-
ções, especialmente a Máscara.

Carniçal: Um servo criado ao dar-se um pouco da vitae do vampiro a
um mortal sem que antes lhe seja sugado todo o sangue ( o que o
transformaria num vampiro).

Círculo: Pequeno grupo ou "bando" de Membros, unidos pela
necessidade de apoio e algumas vezes por interesses em comum.

Clã: Um grupo de vampiros que compartilha as mesmas caracte-
rísticas transmitidas através do Sangue. Existem treze clãs
conhecidos, cada um deles supostamente criado por um dos
Membros da Terceira Geração.


Criança da Noite: Um vampiro criado através do Abraço — a
criança da noite é a progénie de seu senhor. Esse termo é fre-
quentemente usado como um insulto, indicando inexperiência.
Degenerado: Um vampiro que se alimenta de outro, seja por ne-
cessidade ou perversão.

Diablerie: Ato de sugar o sangue de outro vampiro, até o ponto da
Morte Final da vítima. Vampiros de gerações altas podem abaixá-las
através dessa prática; vampiros especialmente antigos dizem que
o sangue mortal não mais os sustenta, e portanto devem consumi
apenas o sangue vampírico. Domínio: Uma área de influência
particular de um vampiro. Os príncipes reclamam cidades inteira
como seus domínios, algumas vezes permitindo que vampiros
submissos reivindiquem domínios dentro dela.

Elísio: Um lugar onde os vampiros podem reunir-se e conversa
sem medo. O Elísio é normalmente estabelecido em teatros
museus e outros locais destinados à cultura.


Filhote: Um vampiro recém-criado , ainda sob a proteção de seu
senhor.

Fome, A: O impulso de se alimentar, assim como nas criaturas
vivas. No entanto, para os vampiros, a Fome substitui todas as
outras motivações com seu poderoso chamado.

Fonte: Um manancial de sangue para manutenção ou prazer, nor-
malmente um humano.

Gehenna: O Armagedom iminente, quando os Antcdiluvianos
acordarão de seu torpor e devorarão a raça de vampiros e o
mundo.

Génese, A: O momento em que o indivíduo deixa de ser um filhote
para se transformar em um vampiro de status. Isso não
acontece antes que seu senhor decida que ele está pronto nem
antes de receber a aprovação do príncipe.

Geração: O número de "degraus" que separa um vampiro do mítico
Caim, isto é, o quão distante do Primeiro Vampiro um
determinado cainita se encontra.

Homem, O: O elemento de humanidade que um vampiro preserva;
a faísca de mortalidade que o diferencia da Besta.

Inconnu: Uma seita de vampiros que se afastaram dos assuntos
dos Membros e especialmente da Jyhad. Boatos dizem que muitos
Matusaléns estão entre os Inconnu.

Laço de Sangue: Um poder místico sobre outro indivíduo, en-
gendrado quando a vítima bebe do sangue do mesmo vampiro
por três vezes; aceitar o sangue de um vampiro é um reconhe-
cimento de sua dominação.

Jyhad, A: A secreta e auto-destrutiva guerra travada entre as ge-
rações. Os vampiros mais velhos manipulam seus interiores,
usando-os como peões em um terrível jogo no qual as regras
desafiam a compreensão.

Livro de Nod, O: Uma coletânea esparsa da história e da origem da
Sociedade Cainita. O Livro de Nod registra a origem dos Membros,
embora jamais tenha sido publicado inteiramente.
Fragmentos de documentos e suas transcrições parciais circulam
entre determinadas camadas sociais da Sociedade
Vampírica.

Lupino: Um lobisomem, o inimigo mortal da raça vampírica.

Máscara, A: O hábito (ou Tradição) de esconder a existência vam-
pírica da humanidade. Destinada a proteger os Membros da
destruição pelas mãos dos homens, a Máscara foi adotada após a
Inquisição ter acabado com a não-vida de muitos Membros.

Membro(s): A raça dos vampiros como um todo, ou um vampiro
em particular. Segundo boatos, esse termo surgiu durante o
século XV ou XVI, após a Grande Revolta Anarquista. Os vam-
piros pertencentes ao Sabá desprezam este termo.

Príncipe: Um vampiro que requisitou um dado espaço para dominar,
geralmente uma cidade, e defende este território. O termo é
neutro, podendo referir-se aos dois sexos.

Refúgio: A casa de um vampiro, onde ele encontra abrigo e proteção
contra o sol.


Regiões Ermas, As: As áreas de uma cidade desprovidas de vida,
incluindo cemitérios, edifícios abandonados, parques industriais
desativados e áreas insalubres da cidade.

Sabá, O: Uma seita de vampiros que rejeita a humanidade, entre-
gando-se às suas monstruosas naturezas. Violentos e bestiais,
preferem dominar os mortais a terem que se esconder deles.

Sangue: A herança; aquilo que faz de um vampiro um vampiro.
Citação: Duvido que cia pertença a esse Sangue tão ilustre.


Seita: Um grupo de Membros unidos por uma filosofia em comum.
As três maiores seitas circulantes nas noites são a Camarilla, o
Inconnu e o Sabá.

Senhor: O "pai" do vampiro; o Membro que o criou.

Viciado: Vampiro que se alimenta de mortais drogados ou bêbados
para experimentar as mesmas sensações.

Vida, A: Eufemismo para o sangue mortal. Muitos Membros con-
sideram o termo afetado e pudico.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Palavras Comuns
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Text Block - Bloco De Notas - V. 0.1
» Chamado / Rastro de Cthulhu para iniciantes
» Recado para os Wolves e outros grupinhos-panelinha
» Nome dos Reinos
» ♦ Trama - Sonhos da primavera perdida (Orientações e inscrição)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Vampiro RPG :: Introdução de Vampiro: A Máscara :: Glossário :: Linguagem Coloquial-
Ir para: